Total de visualizações de página

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

PALAVRAS PORCAS E PODRES- ( não prossiga)


... ( reticências)
(Eu poderia começar a escrever nisto com essas reticências, ou ainda nem escrever.Escolhi as reticências).
Eu comecei assim: ... ( ..., backspace ... backspace.... aaaaa, backspace novamente).
Eu uso estes salvos pontinhos quando nunca sei por onde começar (Começar o que nunca há de terminar).
Elas me salvam, ou melhor, fingem me salvar.
(Ah, e a propósito, essas palavras entre parêntesis ou parênteses, são quando eu to pensando...e as que estão fora dos parênteses, são não pensando...E pensando também, porque eu leio com a mente e escrevo com a mente, né?!) - (Detalhe, o que eu escrevi foi pensamento e esse e esse e esse. Ai, to ficando louca).

...Enfim, mas voltando aos pontinhos e a não saber o que escrever.
Me dá uma agonia querer escrever algo e não ter inspiração, parece que essa falta de inspiração será eterna e eu nunca escreverei o que eu realmente quereria escrever.

Daí dá nisso...
E eu sempre acabo falando que nunca sei escrever.
Alguém ( se alguém lê isso) até poderia dizer: "SE não sabe, então por que continua escrevendo?"


E eu respondo: porque eu amo não saber o que escrever e depois despertar e eu escrever algo e não escrever e escrever novamente...Mesmo sendo escritas assim, mesmo lixos ASSIM...Um dia eu reciclo tudo. Tudo bem bonitinho.

4 comentários:

Anônimo disse...

mente poluída - palavras poluídas

univitelinos disse...

(o que eu comento?)-
(mmmm, já sei!) : ...

univitelinos disse...

Mente poluída - palavras não necessariamente poluídas.
Palavras polúídas, mente livre de qualquer poluição.

Tassi disse...

uix! heheeheh