Total de visualizações de página

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

'Engasgamento.


Se ainda não lhe disse, meu bem...
Tenho que dizer: ___já é tarde e preciso sonhar.
Deixo a verdade do teu adeus
Deixo a saudade dos teus lábios nos meus
Cansei e devolvo a tua saliva com um beijo salgado.
Porque é assim que preciso libertar o nó duplo entre a sua razão e o meu coração
Pois é assim que eu levo a minh'alma.
Pois é assim que levo a vida.
É preciso recomeçar um dia e esse dia se chama... Chama-se... Eu chamo.
Caminharei pra sonhar um sonho mais leve.
LEVE
LEVE...
Leve com você as minhas mais lindas palavras, que é pra quando você amar,
Declamá-las para/com sua mais nobre paixão.
Que só assim, (não mais) meu bem, saberei que um dia valeu a pena amar.

Que um dia valeu a pena amar...

Que um dia...

Eu poderei sonhar um sonho leve... leve

Leve, meu bem... Porque eu cansei e vou me privar da dor que é tentar sonhar de novo.

3 comentários:

univitelinos disse...

Ai que linda que é essa minha irmã! Que bem que tu exprimes teus sentimentos. Nunca te elogio muito, né? Mas merece, merece ser muito elogiada. Mesmo que esses elogios sejam irrelevantes.

Palavras de contentamento.

love

Rafael Costa disse...

Coincidentemente, li seu poema escutando Vanessa da Mata - Minha Herança: Uma flor.

Se não conhece, ouça...

A minha herança pra você
é o amor capaz de fazê-lo tranquilo.


Beijos


Rafa


P.s.: Ah, essa coisa poesia é sempre um retrocesso!

Tassi disse...

Essa música da Vanessa da Maa é linda :D


Beijos, Rafinha!