Total de visualizações de página

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Amor metido.


Raramente falo de amor. Eu queria, mas tenho medo dele.
Tenho medo do amor porque ele rouba a paixão.
Ele rouba e não devolve. E isso é muito feio!

5 comentários:

Jackson disse...

o unico medo que o amor pode gerar é o medo de nunca amar. se for de verdade, nao há algo que ele possa roubar!

Anônimo disse...

isso porque n me namorasse ainda.
heheheeeh
beijos!

univitelinos disse...

hauhauhuahuahauauh

Verdad ou Cnsequencia. disse...

A vida é uma constante seqüência de escolhas, algumas quase sem importância no rumo do futuro. E outras que irão mudar a vida pra sempre.
Impossível saber qual é a escolha certa 100% das vezes, mas é possível saber qual escolha não queremos para nós.

Afinal até que ponto vale pena lutar, por aquilo que se quer. Não sob o ponto de vista da perseverança. E sim do tempo perdido, desperdiçado em um batalha da qual o objetivo é utópico.

Isso é muito perceptível no amor. Todo mundo “sabe” que quando se ama de verdade, tudo deve ser feito em nome deste. Uma vez que tudo vale a pena por um grande e verdadeiro amor.

Diz-se que o amor não é um sentimento de troca, e sim de se doar. Dar sem pensar em receber, pelo simples fato de ver a outra pessoa feliz. E isso acontece.
Porém esqueceu-se de mencionar que o ser humano nasce e morre sozinho. É um ser por natureza egoísta. E como tal, necessita de um retorno, um reconhecendo do seu sentimento.

E isso muitas vezes é impossível, e aí vem uma questão. O verdadeiro amor é real quando acontece sozinho, incompleto? Onde existe a relação do ser que ama de verdade e do ser que é verdadeiramente amado. Ao invés de o ser que ama e é amado verdadeiramente.

O que então deve ser feito, amar incondicionalmente, mesmo sem a certeza de que, presente ou futuramente, esse sentimento não possua retorno. Ou lutar para expurgar um sentimento que é oferecido a quem não o valoriza.

Não se vem a esse mundo para amar, vem-se para ser feliz. E a forma mais simples e perfeita para isso é amando e sendo amado. Uma relação completa e não algo fracionado ou ínfimo escondido muitas vezes por frases clichês de ...as pessoas nunca ama da mesma maneira e intensidade.
Baboseira.

Aspectos de personalidade perfeita, e outras dezenas de adjetivos é algo fundamental.
Mas ser amado pelo pela pessoa que se dedica este forte sentimento é essencial.

Ninguém quer ser meio feliz, meio apaixonado, meio amante, meio especial. O ser humano que por completo, viver a intensidade desse sentimento importante, especial e único.
Sentir a pessoa se doar, preocupar-se, lutar seja pouco de vez em quando ou muito diariamente. Isso tudo para sentir a sensação de ser amado. Uma certeza singular de que alguém perde o sono por você, e que sua presença é algo tão especial que faz com que muitas vezes respirações sejam perdidas.

Enfim, após saber-se tudo isso. Vem o mais difícil de tudo. Tomar a atitude de tirar da sua vida uma das pessoas mais especiais para você. E resistir ao terremoto de saudade que ora bagunçar os pensamentos. E não perder a consciência que o mais importante para você

Tassi disse...

nossa... isso é lindo e parece mto real.
Até parece com osho.
queria saber qm escreveu...ou até quem posotu.
=*